Feminino Plural

Uma fada é uma mulher e uma mulher é uma fada e mais tudo que quiser. Uma mulher não é só ela, só uma. Uma mulher não se define. É um ser sublime, indefinível... Uma mulher tem muitas faces, muitas vidas dentro dela, muitas fases e amores. Tem também muitas dores
e muita garra, cabelos, pele... Muitos olhares (num deles você se perde)... porque ela é o caminho e também a perdição. Ela é pura química, magia, alquimia... Ousadia! Ela é intuição, feitiço, furacão. Possui muitas definições, qualidades, defeitos, atribuições. Uma mulher não é simples. Nem por dentro nem por fora.
Uma mulher é virgem, mártir, santa ou bruxa ou todas elas ao mesmo tempo. Uma andarilha sempre em busca, uma guerreira sempre em luta. Luta por si mesma, por suas crias, amores. Luta por seu mundo. Dia a dia, a cada segundo. Sua busca é eterna. Mulheres nunca estão satisfeitas. Sempre há algo a fazer, a aprender. Amor para dar, buscar ou compartilhar. Possuem uma capacidade de dar sem pedir nada em troca, um amor sem limites. Mulheres não possuem limites. Vão além das barreiras, sempre - A apaixonada, a ferida, a mãe, a amante. Não há ruas sem saída para essas mulheres.
As mulheres possuem asas, por isso as chamo de fadas, porque encantam, porque sempre vão além, porque são belas. Mas são bruxas também, voam de dia, enfeitiçam de noite, são ciganas, não têm raiz, espalham suas sementes por terras, seu perfume pelos ares, espalham seu amor pelo mundo, são provocantemente únicas, dançam, cantam enquanto arrumam a casa, celebram pequenos detalhes, admiram a lua. Elas se dividem, elas possuem muitas mulheres dentro delas. E é preciso conhecer e aceitar cada uma. Uma mulher que se conhece e se permite vai em busca do prazer completo, do amor ilimitado, da paixão que cruzou seu caminho... Uma mulher que se permite, ousa, arrisca e acredita. Vai em busca de sua natureza, de sua essência. Ela busca o verdadeiro. Justificando assim sua existência.

Um comentário:

Carla Lampert disse...

Carolina
Que lindo texto, parabéns!
Que a Deusa sempre inspire e abençõe sua escrita.
Carla